Vamos conversar

Notícias -Mar 27, 2024

Custos de transporte: como calcular-los

Photo by the author

SimpliRoute

Logística

Indústria

Distribuição

Quando se trata de gerir uma empresa, os custos de transporte são um dos fatores-chave para determinar tanto os lucros quanto as perdas. Seja para transporte nacional ou urbano, calcular esses custos é essencial e, com tantos elementos envolvidos, pode ser o menos complicado. Aprenda a calcular e otimizar os custos de transporte para garantir uma gestão impecável.

Custos de transporte: como calcular-los

A logística é essencial em qualquer negócio, pois sua eficiência pode fazer toda a diferença.

Dentro do vasto universo logístico, um dos aspectos mais cruciais é a administração dos custos de transporte.

Você está gastando demais para movimentar seus produtos? O que aconteceu não foi suficiente, comprometendo a qualidade e a pontualidade?

Quais são os custos de transporte?

Os custos de transporte referem-se a todos os gastos associados ao movimento de bens de um lugar para outro.

Esses custos variam dependendo do tipo de transporte escolhido, bem como da distância percorrida e de uma ampla gama de elementos relacionados ao transporte.

Importância dos custos de transporte

Os custos de transporte são fundamentais para qualquer empresa que busca vantagem competitiva no mercado.

Além de afetar diretamente os preços finais dos produtos e serviços oferecidos, esses custos também têm um impacto direto na eficiência e lucratividade das operações comerciais.

A importância dos custos de transporte reside também na sua capacidade de influenciar a escolha do cliente no momento da compra.

Por isso, conhecer, analisar e gerenciar esses custos adequadamente pode ser a chave do mercado em um ambiente de negócios cada vez mais competitivo.

Em consequência, os custos de transporte devem ser considerados como um aspecto vital para o desenvolvimento econômico sustentável de qualquer empresa.

Componentes principais dos custos de transporte

Custos fixos

Os custos fixos são aqueles que não variam com a carga de bens transportados ou com a distância percorrida.

Esses custos são incorridos independentemente de o veículo estar em movimento ou estacionado.

Exemplos de custos fixos:

Custos de aquisição de veículos: É o preço inicial que se paga ao comprar um veículo para a frota de transporte. Este custo pode ser amortizado durante vários anos.

Seguros: As políticas de segurança são essenciais para proteger a empresa contra acidentes, roubos e outros riscos. Estas políticas geralmente têm prêmios anuais ou mensais fixos.

Licenças e autorizações: As empresas de transporte devem obter licenças e permissões para operar. Estes têm um custo fixo e, em alguns casos, devem ser renovados anualmente.

Pagamento de estacionamento ou garagem: Se a empresa paga um local fixo para estacionar seus veículos, esse custo não varia, independentemente do uso do veículo.

Variáveis de custos

Os custos variáveis são aqueles que mudam em função da atividade de transporte.

Esses custos aumentam com a distância percorrida ou com a carga de bens transportados.

Exemplos de custos variáveis:

Combustível: É um dos custos mais significativos e varia em função da distância percorrida e do tipo de veículo.

Manutenção: Inclui reparos, mudanças de óleo, substituição de peças, entre outras. Embora algumas tarefas de manutenção sejam programadas regularmente, outras podem surgir devido ao desgaste do veículo.

Pedágios: Algumas rotas exigem o pagamento de pedágio, e esses custos variam de acordo com a distância e as estradas utilizadas.

Salários dos condutores: Se você pagar aos condutores por hora ou por viagem, este custo variará dependendo da carga de trabalho realizada.

Custos adicionais

Esses são custos que não são classificados estritamente como fixos ou variáveis, mas podem surgir devido a circunstâncias particulares ou decisões empresariais.

Exemplos:

Custos de armazenamento: Se os bens devem ser acumulados temporariamente durante o transporte, por exemplo, em um armazém ou depósito.

Custos administrativos: Estes custos podem incluir o papelório, a gestão da logística e outros custos operacionais.

Multas e sanções: Se os veículos incorrerem em infrações de trânsito ou não cumprirem as regulamentações, poderão surgir custos adicionais na forma de multas.

Custos de treinamento: O treinamento e capacitação de condutores e pessoal de logística também acarretam custos adicionais.

Esses componentes oferecem uma visão detalhada de como estruturar custos no ambiente de transporte.

É essencial levar em conta todos esses fatores para calcular e antecipar as operações de transporte.

Fatores que Influenciam os Custos de Transporte

Distância e Tempo de Trânsito

Distância: Quanto mais longe for o destino, maiores serão os custos de combustível, desgaste do veículo e salários do condutor. A distância é um dos fatores mais diretos que influenciam o custo.

Tempo de Trânsito: Não se trata apenas da quantidade de quilômetros percorridos, mas também do tempo de atraso e sua ocorrência. Fatores como tráfego, paradas e condições climáticas podem aumentar o tempo de trânsito, consequentemente elevando os custos, especialmente se os condutores forem pagos por hora.

Tipo e Tamanho do Veículo

Veículos maiores podem transportar mais carga, mas também podem ter custos operacionais e de manutenção maiores. Além disso, em algumas áreas, veículos maiores podem incorrer em tarifas mais altas devido a preços ou estacionamentos.

Tipo de Carga

Perigosa: O transporte de materiais perigosos pode exigir veículos especiais, treinamento adicional para os condutores, permissões e políticas de segurança específicas, aumentando os custos.

Perecível: Produtos que exigem controle de temperatura, como alimentos ou medicamentos, podem necessitar de veículos refrigerados, aumentando os custos.

Volumosa: Cargas grandes ou volumosas podem exigir veículos especiais ou equipamentos adicionais para carregar e descarregar.

Condições da Rota

Estradas em mau estado: Estradas em más condições podem aumentar o desgaste do veículo e o consumo de combustível, elevando os custos de manutenção e operação.

Áreas de alto tráfego: Áreas com muito tráfego podem aumentar o tempo de trânsito, o que eleva os custos, especialmente se os condutores são pagos por hora.

Tarifas e Regulamentos Governamentais

Tarifas: Algumas áreas podem ter preços ou tarifas associadas ao uso de certas estradas ou infraestruturas.

Regulamentos: Regulamentos governamentais podem exigir permissões, licenças ou o cumprimento de normas específicas, gerando custos adicionais. Por exemplo, regulamentos de emissões podem exigir que os veículos atendam a determinados padrões, aumentando os custos de operação ou manutenção.

Como Calcular os Custos de Transporte

Identificação de todos os Custos Envolvidos

Antes de calcular os custos de transporte, é essencial identificar e listar todos os custos associados.

Custos Fixos: incluem a aquisição de veículos, seguros, licenças, autorizações e estacionamento.

Custos Variáveis: englobam despesas como combustível, manutenção, pedágios e salários dos condutores.

Custos Adicionais: aqui são considerados custos de armazenamento, administração, multas, sanções e treinamento.

Métodos de Cálculo

Por quilômetro percorrido: Calculado somando todos os custos variáveis durante uma viagem e dividindo-os pelo número total de quilômetros percorridos.

Por tempo de trânsito: Calculado somando todos os custos variáveis durante uma viagem e dividindo-os pelo número total de horas de viagem.

Por tipo e volume de carga: Dependendo da natureza da carga (perigosa, perecível, volumosa, etc.), podem ocorrer tarifas adicionais. Além disso, o volume da carga pode afetar o tipo e tamanho do veículo necessário, afetando assim o custo.

Ferramentas e Software que Podem Ajudar no Cálculo

Software de Gerenciamento de Frota: esses programas rastreiam e analisam dados relacionados aos veículos, como consumo de combustível, manutenção e quilometragem.

Aplicativos de Rastreamento e Logística: ajudam a planejar rotas eficientes, estimar tempos de trânsito e calcular custos com base na distância e no tempo.

Ferramentas de Contabilidade e Finanças: auxiliam na manutenção de registros detalhados de todos os gastos relacionados ao transporte.

Calculadoras Online: permitem às empresas inserir dados relacionados ao transporte e obter uma estimativa dos custos.

Ao combinar uma identificação detalhada dos custos com métodos de cálculo adequados e ferramentas tecnológicas, as empresas podem obter uma compreensão clara e precisa de seus custos de transporte, permitindo-lhes tomar decisões e otimizar suas operações.

Estratégias para Reduzir Custos de Transporte

Otimização de Rotas

Planejamento Avançado: utilize ferramentas de planejamento para identificar as rotas mais curtas e eficientes, evitando áreas de alto tráfego e estradas ruins.

Evitar Horários de Pico: programar envios durante horas de tráfego mais leve pode reduzir o tempo de trânsito e, consequentemente, os custos.

Revisão Constante: as condições das estradas e do tráfego mudam, por isso é vital verificar e ajustar as rotas regularmente.

Seleção Adequada do Tipo de Transporte

Avaliação de Necessidades: nem todas as cargas exigem o mesmo tipo de transporte. É fundamental avaliar qual veículo é o mais adequado de acordo com o volume, peso e tipo de mercadoria.

Consolidação de Remessas: se possível, combine vários envios pequenos em um maior para aproveitar ao máximo a capacidade do veículo e reduzir o número de viagens.

Negociação com Transportadoras

Contratos de Longo Prazo: podem resultar em tarifas mais baixas por volume ou valor.

Comparação de Ofertas: obtenha cotações de vários fornecedores e compare-as para garantir o melhor preço.

Flexibilidade nos Horários: se houver flexibilidade nos prazos de entrega, é possível negociar tarifas mais baixas durante os períodos de menor demanda.

Uso de Tecnologia para Monitoramento e Controle

Sistemas de Rastreamento GPS: rastreiam os veículos em tempo real, ajudando a identificar e resolver problemas rapidamente.

Software de Gerenciamento de Frota: fornece dados sobre o desempenho dos veículos, consumo de combustível e comportamento do condutor, identificando áreas de melhoria.

Tecnologias de Comunicação: manter uma comunicação constante com os condutores permite adaptações rápidas a mudan

Poderá estar interessado em

Logística em Eventos: O que Deves Ter em Conta
NOTÍCIAS

Logística em Eventos: O que Deves Ter em Conta

Ao organizar um evento, muitos detalhes são meticulosamente planejados e coordenados para garantir o sucesso. A logística do evento é uma das áreas críticas que às vezes passa despercebida, mas pode tornar um evento memorável.

Apr 9, 2024

Processo de distribuição: Como otimizá-lo
NOTÍCIAS

Processo de distribuição: Como otimizá-lo

Para garantir a fluidez e eficiência no transporte de mercadorias e materiais, é essencial otimizar o processo de distribuição. Existem várias maneiras de otimizar esse processo, e cada uma delas traz diferentes benefícios para o empregador.

Apr 9, 2024